Pra quem quiser me visitar....
  • Privilégio no menu do dia
  • yam'Tcha, em Paris: no tempo da delicadeza
  • A Casa do Porco Bar: Jefferson Rueda finalmente em casa
  • De São Bartolomeu a Belo Horizonte: Minas Gerais, antídoto contra a superficialidade
  • Uma nova geração de padeiros no Rio de Janeiro: Araucária Pães Artesanais e Maison do Zé
  • Provence: o mercado de Saint-Rémy
  • Curiango Venda e Cozinha: uma bela história de êxodo urbano na Serra da Bocaina
  • Aïoli no Bistrot du Paradou
  • “Redefinindo Sustentabilidade”: Parabere Forum chega à terceira edição debatendo a igualdade de gênero na gastronomia
Quinta, 06 Agosto 2015

Le Case della Saracca: minha morada no Piemonte

Le Case della Saracca

De um lado, vislumbrava o caminho que conduz ao belíssimo anfiteatro na parte mais alta da aldeia. De outro, a paisagem que, meses depois, ainda parece colada à minha retina: vinhedos a perder de vista, emoldurados ao longe pelos Alpes. Na chegada ao B&B Le Case della Saracca, uma construção medieval no centro histórico de Monforte d’Alba, eu não tinha dúvida de estar num canto do planeta onde as obras do homem e da natureza são superlativas.

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Quem opta por se hospedar ali abre mão de alguns confortos típicos de hotéis, mas as compensações não são poucas. Não há TV nos quartos e o sinal de Internet é temperamental, mas, diante da impressionante edificação em pedra, do belo mobiliário e das poéticas janelas e varandas abertas pro vilarejo, quem precisa desses aparatos?

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Os quartos são, na verdade, um anexo do bar comandado pelo proprietário do lugar, que soube modernizar o imóvel sem descaracterizá-lo.  O espaço intimista me pareceu ideal pra um aperitivo ao anoitecer.

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

A acompanhar a boa oferta de vinhos em taça, que vai além dos tintos que fazem a fama da região, uma seleção de queijos e charcutaria é oferecida pela casa. No cardápio, há uma gama maior de salames e presuntos, além de deliciosos exemplares da queijaria local e algumas opções de pratos.

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Conforme a noite avançasse, era entregar-se ao dilema diário de escolher onde jantar, tendo a poucos minutos de distância lugares como Roddino e Serralunga d'Alba, que me proporcionaram minhas mais felizes refeições na temporada no Piemonte, como contei neste post e neste outro.

 A volta pra casa tinha sempre a companhia da neblina que invadia as ruas desertas de Monforte, dando a elas um ar ainda mais nostálgico. Era quase possível ouvir Nino Rota. Mas a trilha sonora imaginária logo se rendia ao silêncio profundo que embalaria nosso sono.

Le Case della Saracca

Le Case della Saracca

Le Case dela Saracca – Via Camillo Benso Conte di Cavour, 5 - Monforte d’Alba

http://www.saracca.com/

 

 

Sexta, 03 Julho 2015

Ristorante Consorzio, em Turim

Ristorante Consorzio

Tinha apenas um dia em Turim, antes de me despedir do Piemonte. Dei-me a liberdade de gastá-lo andando sem rumo, sem obrigações. Ou quase isso. O único compromisso era a reserva num restaurante a duas quadras do meu hotel. Em nome da retórica, eu poderia dizer que, por obra do destino, acabei num dos melhores endereços da cidade. Mas a verdade é que o hotel foi escolhido justamente por estar a poucos metros do Ristorante Consorzio.

Ao entrar, fui imediatamente conquistada pela atmosfera do lugar. Se é que se pode dizer que a cozinha se delineia como uma trattoria moderna, o salão é propositadamente antigo.  

Ristorante Consorzio

ristorante consorzio   ristorante consorzio

O cardápio homenageia produtos oriundos de pequenas produções – muitos deles protegidos pelo projeto Presìdi Slow Food – e evoca a tradição culinária local, sem, no entanto, estar atado a ela.

Ainda me arrependo de não ter começado pela entrada que reunia timo, amêndoas, anchovas e marsala De Bartoli. Mas o uovo croccante me cegou pras demais opções – havendo ovo, dificilmente consigo resistir. Empanado, gema perfeita, acompanhado de espinafre, bacon e fonduta de cheddar.

ristorante consorzio

A bochecha de vitela (de Fassona, raça de gado piemontês), em intenso e saboroso molho de vinho, tinha a companhia de um delicado purê de aipo.

consorzio torino

O ponto alto da refeição foram os deliciosos raviólis de finanziera, onde o clássico guisado de miúdos piemontês (timo, tutano, miolos) surge também como recheio da massa. Um prato de resistência abordado com tremenda sutileza.

consorzio torino

Pedi a panna cotta da casa motivada por uma fagulha de esperança de que me fizesse recordar o sublime exemplar que experimentara um dia antes na Osteria del Boccondivino, em Bra. Inútil tentar, não haveria outra como aquela. Mas a verdade é que, depois dos raviólis de finanziera, nada mais era preciso.

ristorante consorzio

Meus olhos deixaram a sobremesa e foram devolvidos ao salão, de onde eu não tinha vontade de ir embora. Sem dúvida, meu tipo de lugar.

 

Ristorante Consorzio – Via Monte di Pietà, 23 - Turim

http://ristoranteconsorzio.com/

 

© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: