Pra quem quiser me visitar....
  • De São Bartolomeu a Belo Horizonte: Minas Gerais, antídoto contra a superficialidade
  • Uma nova geração de padeiros no Rio de Janeiro: Araucária Pães Artesanais e Maison do Zé
  • Provence: o mercado de Saint-Rémy
  • Curiango Venda e Cozinha: uma bela história de êxodo urbano na Serra da Bocaina
  • Aïoli no Bistrot du Paradou
  • “Redefinindo Sustentabilidade”: Parabere Forum chega à terceira edição debatendo a igualdade de gênero na gastronomia
  • yam'Tcha, em Paris: no tempo da delicadeza
  • A Casa do Porco Bar: Jefferson Rueda finalmente em casa
  • Restaurante Roberta Sudbrack fecha as portas no Rio de Janeiro: o fim pode ser uma ponte?
Quarta, 23 Maio 2012

Agapé Substance: aquém das expectativas

Agapé Substance

David Toutain é um dos atuais queridinhos da mídia parisiense. Seu Agapé Substance é considerado por muitos chefs e jornalistas um dos melhores restaurantes de Paris. Estive lá num almoço sozinha. Minha atenção estava toda depositada naquela mesa, não havia nada que me dispersasse da comida. O que pode ser uma bela experiência quando se trata de uma refeição que enleva, surpreende, faz feliz. Não foi o caso.

O conceito é interessantíssimo. No diminuto espaço, salão e cozinha se integram completamente, como uma coisa só. O salão praticamente se limita a um comprido balcão. Onde terminam os assentos começa o trabalho dos cozinheiros. Toutain e sua equipe atuam todo tempo ao lado dos comensais.

Agapé Substance Agapé Substance

Em lindas louças, começaram a chegar os pequenos bocados do menu degustação, num total de 15 passos. Quase todos esteticamente impressionantes. Poucos verdadeiramente gostosos. Vou poupá-los de um relato prato-a-prato. Provavelmente, seria quase tão entediante quanto foi aquele meu almoço. O que posso lhes dizer é que entre as piores investidas (como o velouté de aspargos com creme de abóbora, creme de trufas e espuma de parmesão, em que os sabores brigavam) e aquelas que mais me entusiasmaram (caso das alcachofras de Jerusalém com creme e chips de echalote e pó de avelãs ou, ainda, o ovo em baixa temperatura com creme de milho e caramelo de cominho), na maior parte do tempo, o que vi foi um desfile de pratos que não me disseram muita coisa. Muitos até bem interessantes, mas quase nunca realmente bons.

Agapé Substance Agapé Substance

Agapé Substance

Agapé Substance

Agapé Substance Agapé Substance

Agapé Substance Agapé Substance

Agapé Substance

Agapé Substance Agapé Substance

Saí com a estranha sensação de ter comido em vão. Nos dias que se seguiram, alguns amigos estiveram lá e comentaram comigo que sentiram o mesmo: faltava sabor, faltava alma à comida. Por mais que o conceito seja incrível e os pratos de impressionante beleza, falta fazer o gol. Naquele meu almoço, faltou ao Agapé aquilo que faz com um menu degustação deixe de ser apenas uma sequência de pratos pra ser algo que faça sentido.

Agapé Substance – 66 rue Mazarine – 6ème
http://www.agapesubstance.com

As atualizações do blog também estão no meu twitter.

 

Comentários:
em 03-12-2012
por: Leonardo
Constance;
Jnatei em Abril nesta restaurante e sai com a mesma impressão em relação à comida. Sem contar que pedi a harmonização de vinhos e o sommelier era muito confuso, chegando até a esquecer qual vinho tinha me servido!
Perdi um jantar em Paris!
Deixe seu comentário:
© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: