Pra quem quiser me visitar....
  • Privilégio no menu do dia
  • yam'Tcha, em Paris: no tempo da delicadeza
  • A Casa do Porco Bar: Jefferson Rueda finalmente em casa
  • De São Bartolomeu a Belo Horizonte: Minas Gerais, antídoto contra a superficialidade
  • Uma nova geração de padeiros no Rio de Janeiro: Araucária Pães Artesanais e Maison do Zé
  • Provence: o mercado de Saint-Rémy
  • Curiango Venda e Cozinha: uma bela história de êxodo urbano na Serra da Bocaina
  • Aïoli no Bistrot du Paradou
  • “Redefinindo Sustentabilidade”: Parabere Forum chega à terceira edição debatendo a igualdade de gênero na gastronomia
Quarta, 21 Outubro 2009

Restaurante Moo: a excelência da cozinha dos irmãos Roca

Na impossibilidade de ir a Girona conhecer o El Celler de Can Roca, o restaurante dos irmãos Joan, Jordi e Josep Roca, reservei uma mesa no Moo, restaurante que os três irmãos mantêm em Barcelona, dentro do hotel-design Omm. Embora soubesse que não há comparação com o QG da família, tive ali uma das minhas melhores refeições nessa viagem.

Os detalhes no salão já anunciavam o cuidado com tudo o que cerca a refeição. A melhor notícia é que o que chega à mesa está à altura.

Entre crisps de jamón, mini cones de batatas -uma espécie de versão das clássicas batatas brava - e bolachinhas com foie gras, os amuse bouches mais do que divertiram a boca, me surpreenderam.

Em seguida, um dos pontos altos do almoço: o Golden Egg, versão alta-costura do velho e bom ovo, em ponto de cocção perfeito. Ao estourar a cápsula de caramelo dourado, encontra-se uma gema mole que, ao se misturar com a farofa doce que a cerca, fica ainda melhor. Terminei o prato como deve ser: molhando o ótimo pão da casa no que restou da gema.

Logo após, chegou à mesa um primo da lagosta, tenro, bem temperado, mas que  prejudicado por vir imediatamente após o delicioso ovo, em que eu ainda pensava...

Os bons sopros voltaram na forma de cogumelos recheados com foie gras, entrada do cardápio da amiga que dividia a mesa comigo. Propus sociedade, claro.

O belo caneloni de carne de pombo com cogumelos (ah, as delícias dos cardápios de  outono...) foi outro acerto.

O arroz de aspargos com lâminas finíssimas e delicadas de vitelo chegou úmido e extremamente saboroso.

Um frango em duas cocções e um porquinho macio e suculento, acompanhado de cenouras e cebolas caramelizadas, encerraram a sequência de pratos salgados.

Pra tornar o almoço definitivamente inesquecível, nada mais apropriado que a veia criativa de Jordi Roca, que assina as  sobremesas do cardápio (aliás, pra quem ainda não sabe, Jordi estará em São Paulo na semana que vem, ministrando uma aula no congresso gastronômico Mesa Tendências, realizado pela Prazeres da Mesa).

Manzana caramelizada: um creme de maçã levíssimo, quase etéreo, revestido de fina capa vermelha que imita a forma da fruta. Pedacinhos de maçã caramelizada numa consistência que lembrava uma raspadinha. E uma espécie de algodão doce pra cdar ainda mais ludicidade à sobremesa. Sensacional.

Igualmente incrível a sobremesa Chocolate e Ervas: creme de chocolate com uma infinidade de ervas e frutas, cobertas por uma deliciosa farofa doce que remetia a terra e, escondido sob tudo isso, um creme que era meio sorvete, meio chantilly.

Saí com a impressão de que os irmãos Roca conseguiram dar vida a uma cozinha inventiva e ao mesmo tempo consistente. Sabem ousar, sem perder de vista o que, de fato, interessa a quem se vai a um restaurante: comer bem.

 

Moo - Carrer Roselló 265
(dentro do hotel Omm) – Eixample
www.hotelomm.es

Deixe seu comentário:
© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: