Pra quem quiser me visitar....
  • De São Bartolomeu a Belo Horizonte: Minas Gerais, antídoto contra a superficialidade
  • Uma nova geração de padeiros no Rio de Janeiro: Araucária Pães Artesanais e Maison do Zé
  • Provence: o mercado de Saint-Rémy
  • Curiango Venda e Cozinha: uma bela história de êxodo urbano na Serra da Bocaina
  • Aïoli no Bistrot du Paradou
  • “Redefinindo Sustentabilidade”: Parabere Forum chega à terceira edição debatendo a igualdade de gênero na gastronomia
  • yam'Tcha, em Paris: no tempo da delicadeza
  • A Casa do Porco Bar: Jefferson Rueda finalmente em casa
  • Restaurante Roberta Sudbrack fecha as portas no Rio de Janeiro: o fim pode ser uma ponte?
Quinta, 19 Novembro 2009

Reflexões sobre um jantar no Le Comptoir

Um dos lugares obrigatórios na minha lista em Paris era o Le Comptoir du Relais, do incensado Yves Camdeborde. Se há um chef sem estrelas que conseguiu o respeito e a fama de um estrelado no Guia Michelin é ele. As filas intermináveis que gente de todo o mundo encara corajosamente, mesmo nas noites mais geladas, não deixam dúvida de que o restaurante é um sucesso.

Cheguei cedo porque não tenho muita paciência pra filas. Muito menos no frio que fazia na cidade naquela noite. Uma amiga parisiense já me aguardava lá dentro e já havia sido devidamente brindada com a arrogância e a rudeza da gerente da casa. Preços que se pagam pra ser feliz em Paris.

Fomos ao cardápio, bem clássico, sem surpresas. No fim de semana, não é servido o menu-degustação de Camdeborde e o cardápio reflete uma cozinha de brasserie.

Minhas eram grandes. Talvez grande demais. É a velha história: grandes expectativas, trampolim pra decepções. Tudo o que comemos naquela noite estava bom. Mas nada especial. Nada que nos fizesse querer voltar.

A salada de polvo veio meio bagunçada e apenas correta.

Melhor estava a terrine de foie gras com lâminas de peras.

Melhores ainda, talvez o melhor da noite, estavam os cogumelos salteados com presunto de Parma. É preciso reconhecer como brilha um prato onde reina o produto da estação. Cogumelos servidos em seu esplendor, nada mais. Simples assim.

A brandade de bacalhau gratinada está longe de figurar entre as melhores que já comi...

O cordeiro com purê de batatas aromatizado com azeitonas estava saboroso e suculento.

A torta folhada de maçãs com sorvete de baunilha era boa, como era bom o sorvete. Nem mais, nem menos.

Alguém pode perguntar: e um restaurante precisa ser mais do que isso?  Talvez eu não tenha uma boa resposta pra essa pergunta. Apenas acho que há restaurantes e restaurantes. E o grau de exigência acaba se acomodando à proposta do lugar, aos elogios que recebe da crítica... A questão é que não conheço um único guia gastronômico que se refira à casa de Camdeborde sem entusiasmo. Então, era entusiasmo o mínimo que eu esperava que ela me proporcionasse. E , ao menos naquela noite, o Le Comptoir ficou me devendo essa. Talvez a casa não estivesse no seu melhor dia. Talvez eu não estivesse num bom dia. Ou talvez as pessoas tenham se acostumado a corroborar os mitos e jamais contrariá-los. Não há como saber, não terei essa resposta. Quem sabe só mesmo voltando e tirando a prova dos nove.

 

Le Comptoir Du Relais – 05 Carrefour de l’Odéon – 6ème

Comentários:
em 11-03-2013
por: Emília
Oi, Constance, tudo bem?
Você chegou a voltar lá depois desta experiência? Estava curiosa com o Le Comptoir e tinha pensado em colocar na lista da próxima vez, mas desanimei.
Obrigada.
em 11-03-2013
por: Constance
Não, Emília, mas preciso voltar. Pelo que tenho ouvido desde que estive lá, é unânime a opinião de que, nos jantares de segunda a sexta, quando há o menu degustação, o Le Comptoir é fantástico. É que nos fins de semana funciona como brasserie. Acho que você deveria ir, sim.
em 12-03-2013
por: Emília
Pena que vou estar por poucos dias (e concentrados no final de semana), então acho que vou dar prioridade para o Ze Kitchen. Mas obrigada pela opinião!
Deixe seu comentário:
© 2012 Pra quem quiser me visitar - Todos os direitos reservados - Design de Branca Escobar

Envie para um amigo:

*
*

Fale comigo:

*

Assinar Newsletter:

Remover email: